Newsletter

a aa
14 12

Guia completo para viajar com o seu pet nas férias

Publicado em 14 de Dec de 2017 por Victoria Bassi Comentar

Tire todas as suas dúvidas de como transportar seu bichinho junto com você, seja no avião, carro ou ônibus

Por Isis Fonseca | Foto Shutterstock

O fim de ano e as férias chegaram e pensar em viajar é inevitável! Mas, para quem tem um pet, sempre fica aquela pergunta: e o meu cachorro ou meu gato? Calma que para tudo existe solução.

Nós preparamos um guia completo para viajar com o pet sem nenhum problema, seja de carro, ônibus ou avião – tem dica até para quem vai deixar o pet em casa! Para nos ajudar, conversamos com a veterinária Priscila Brabec, da Ceva Saúde Animal. Dá uma olhada:

 

Viagem com o pet de avião

 

Viagem com pet de avião

Quais os cuidados na hora de viajar com um pet de avião?

O primeiro passo é verificar a política de cada companhia aérea para saber se o transporte de animais no avião é permitido. Depois, é preciso preparar o pet para que a viagem ocorra sem gerar estresse.

Acostumar o animal a ficar dentro da caixa de transporte irá diminuir o medo e a agitação, para isso o tutor deve criar uma rotina de treinamento em que o pet fica dentro da caixa alguns minutos por dia, dessa forma ele irá associar o transporte a algo positivo.

Além disso, colocar brinquedos dentro do espaço é uma forma de criar um ambiente onde o animal se sinta mais confortável.

Existe diferença no transporte de gatos e cachorros?

As regras para o transporte de cães e gatos são as mesmas perante as companhias aéreas.

Porém, para os gatos a viagem pode ser mais estressante, pois os felinos não costumam lidar muito bem com mudanças bruscas de ambiente.

Por isso é importante realizar um treinamento de com o animal antes da viagem para ele se acostumar com a caixa de transporte e tornar a viagem mais agradável para ele.

O que define se o animal vai voar na cabine com o dono, no porão ou em aviões de carga?

Essa definição é feita pelas companhias aéreas, normalmente ela é baseada no peso do animal somado ao da caixa de transporte, porém cada empresa permite um peso diferente, por isso, é importante consultar a regra de cada companhia.

É seguro levar o pet no avião?

Sim! Seguindo os cuidados necessários e indicações das companhias aéreas, as viagens de avião são tranquilas para os pets.

O que devo levar para o meu animal viajar de avião e quais os preparativos?

É preciso levar o animal em uma caixa de transporte adequada para seu porte e peso. Ele precisa conseguir circular dentro do espaço, pois ficará o tempo todo na caixa de transporte, mesmo os que viajam na cabine.

Na caixa, coloque um tapete higiênico, água e comida. Antes da viagem o pet deve ter uma alimentação leve.

Além disso, as companhias aéreas exigem alguns documentos para o embarque dos pets, que variam entre voos nacionais e internacionais.

Para os voos nacionais é exigido o comprovante de vacinação antirrábica, e um atestado de saúde do animal que deve ser emitido por um médico veterinário.

Já para as viagens internacionais é preciso do Certificado Veterinário Internacional, Certificado Zoosanitário Internacional, e da carteira de vacinação completa do animal. Por isso, consulte sempre um veterinário.

É necessário comprar uma passagem para o pet?

Sim, é necessário comprar uma passagem para o pet com a companhia aérea escolhida para viagem.

Em geral, é exigido que o transporte de animais seja reservado com antecedência, pois a maioria das empresas tem um limite de carga viva a ser transportado junto com os passageiros.

 

Viagem com o pet de carro

 

Viagem com pet de carro

Quais os cuidados necessários para viajar com o pet de carro?

Acostumar o animal com o carro alguns dias antes da viagem pode fazer toda a diferença e ajuda no controle da ansiedade, agitação e medo.

O ideal é que o tutor leve o cão para passeios de curta viagem distância, assim ele irá se acostumar com o veículo e ficará com menos medo no dia da.

O uso do ar condicionado pode prejudicar sua respiração?

O ar condicionado do carro pode ser utilizado para climatizar o ambiente, porém o fluxo de ar não deve ficar direcionado para o animal.

De quanto em quanto tempo é recomendado parar para o animal realizar suas necessidades?

As paradas para as necessidades fisiológicas e pequenas caminhadas devem acontecer de duas em duas horas.

O pet pode viajar no banco da frente?

Para segurança do pet e dos tutores, os animais devem viajar sempre no banco traseiro. Cães e gatos devem viajar em uma caixa de transportes.

No caso dos cães, o tutor também pode optar pelo uso de uma cadeirinha específica ou por um cinto de segurança pet que é preso ao cinto do veículo. 

Existem regras de trânsito para o transporte de animais no carro?

Sim, as regras variam de acordo com cada cidade. Porém, em grande parte do País, é obrigatório o transporte de animais em caixa de transporte específicas. O transporte inadequado dos pets também pode gerar multas.

Quais dicas recomenda para quem vai viajar com o pet de carro?

Ações como manter o animal em local ventilado e fazer pequenas pausas durante o trajeto podem ajudar a minimizar possíveis incômodos, como: respiração ofegante, salivação excessiva, tremores e vômitos, que são comuns em viagens de carro.

Acostumar o animal com o carro alguns dias antes da viagem pode fazer toda a diferença e ajudar no controle da ansiedade, agitação e medo.

O ideal é que o tutor leve o cão para passeios de curta distância, assim ele irá se acostumar com o veículo e ficará menos receoso no dia da viagem.

Outra dica importante é nunca deixar o pet sozinho no carro. O calor e ambientes quentes ou situações de estresse podem aumentar a temperatura do corporal do cão e isso pode trazer sérios riscos para o animal.

 

Viagem com o pet de ônibus

 

Viagem com pet de ônibus

Quais os cuidados na hora de viajar com um pet de ônibus?

Nas viagens de ônibus, os animais viajarão junto aos tutores dentro de uma caixa de transporte, por isso é importante realizar um treinamento prévio para que o animal esteja acostumado a ficar no espaço.

Além disso, os donos precisam forrar o item com um tapete higiênico e fornecer água e comida para o pet durante as paradas feitas no percurso. É importante também garantir que o animal faça caminhadas nesse período.

O animal sempre vai junto com o dono?

Sim, os pets são transportados junto com os tutores dentro de uma caixa de transporte.

Porém, é necessário verificar a política de cada empresa em relação ao peso permitido e caixa de transporte.

É necessário comprar uma passagem para o pet?

A compra de passagens irá depender da política de cada companhia e do tamanho e peso do seu animal. Algumas empresas, por exemplo, pedem que o passageiro compre a poltrona ao lado para o transporte do pet.

Quais as regras para o transporte do animal?

Nas viagens com o pet de ônibus, é necessário apresentar atestado de saúde e carteira de vacinação atualizada no momento do embarque.

 

E quem vai deixar o pet em casa?

 

Pet em casa

Muitos donos precisam viajar e não conseguem levar o animal junto. Nesses casos, o indicado é que o pet fique sobre a tutela de outra pessoa ou em um hotel.

Se o animal for ficar hospedado em um hotel durante a viagem dos tutores é importante tomar alguns cuidados, como: conhecer o ambiente onde o pet irá ficar hospedado, procurar referência com outros tutores e se informar sobre os procedimentos de segurança e emergência médica do estabelecimento.

O pet deve estar sempre identificado. A plaquinha de identificação do animal deve conter todos os dados necessários como nome do pet, nome dos donos e telefone de contato.

Caso a animal precise ficar sozinho, é indicado que alguma pessoa possa ir ao local para interagir, passear, alimentar o pet e também higienizar o local.

#DicaPet

Em casos de medicação para relaxar o pet ou faze-lo dormir, o indicado é sempre procurar um médico veterinário, ele com base no histórico do animal poderá avaliar e indicar o melhor para o transporte.

Comente!